Matematica

No que se refere à ciência, a autoridade de mil pessoas não vale o simples raciocínio de um indivíduo apenas. (Galileu)

O que procura ?

Sejam Bem vindos !

Que todos suas duvidas sejam respondidas ,se tiver alguma coisa que não temos no blog só comunicar para o e-mail .davidfefald@gmail.com

Follow by Email

quinta-feira, 18 de março de 2010

Dízimas periódicas

Dízimas periódicas

Há frações que não possuem representações decimal exata. Por exemplo:




Aos numerais decimais em que há repetição periódica e infinita de um ou mais algarismos, dá-se o nome de numerais decimais periódicos ou dízimas periódicas.

Numa dízima periódica, o algarismo ou algarismos que se repetem infinitamente, constituem o período dessa dízima.

As dízimas classificam-se em dízimas periódicas simples e dízimas periódicas compostas. Exemplos:

(período: 5)
(período: 3)
(período: 12)


São dízimas periódicas simples, uma vez que o período apresenta-se logo após a vírgula.




1/5=0,02222222.... Período: 2 Parte não periódica: 0
1039/900 = 1,15444444.... Período: 4 Período não periódica: 15
61/495 = 0,123232323......Período: 23 Parte não periódica: 1


São dízimas periódicas compostas, uma vez que entre o período e a vírgula existe uma parte não periódica.

Observações:

Consideramos parte não periódica de uma dízima o termo situado entre vírgulas e o período. Excluímos portanto da parte não periódica o inteiro.

Podemos representar uma dízima periódica das seguintes maneiras:





Geratriz de uma dízima periódica

É possível determinar a fração (número racional) que deu origem a uma dízima periódica. Denominamos esta fração de geratriz da dízima periódica.

Procedimentos para determinação da geratriz de uma dízima:

Dízima simples

A geratriz de uma dízima simples é uma fração que tem para numerador o período e para denominador tantos noves quantos forem os algarismos do período.

Exemplos:





Dízima Composta:
A geratriz de uma dízima composta é uma fração da forma , onde

n é a parte não periódica seguida do período, menos a parte não periódica.

d tantos noves quantos forem os algarismos do período seguidos de tantos zeros quantos forem os algarismos da parte não periódica.


Exemplos:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contato